FECOMERCIO

Notícias do Setor

Atraso na entrega de correspondências prejudica população

Fonte: Jornal Agora   –   17/03/2011 A deficiência na entrega das correspondências em muitos bairros pela Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos (ECT), em Rio Grande, tem interferido diretamente na rotina diária dos rio-grandinos. O fechamento das contas mensais segue sendo o setor mais prejudicado pelo fato das correspondências não serem entregues nas residências antes da […]

18/03/2011

Fonte: Jornal Agora   –   17/03/2011

A deficiência na entrega das correspondências em muitos bairros pela Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos (ECT), em Rio Grande, tem interferido diretamente na rotina diária dos rio-grandinos. O fechamento das contas mensais segue sendo o setor mais prejudicado pelo fato das correspondências não serem entregues nas residências antes da data de vencimento.

Reclamações em relação ao atraso e a falta do serviço postal no município se acumulam e as filas em frente as centrais distribuidoras se estendem nos dias de pagamento. A falta de funcionários é uma das situações apontadas como responsáveis pelos transtornos

Para o autônomo Sidinei Negrão Menezes, a falta de informação a respeito da normalização dos serviços e o destino das cartas agrava a situação. “Aguardei cerca de uma hora e meia para pegar minha correspondência, para me dizerem que não estava aqui. No meu bairro eles dizem que está aqui. Chego aqui eles dizem que está lá. Estou perdido, não sei o que fazer”, falou o trabalhador, desolado pela falta de orientação da estatal.

O aumento no número de carteiros, já que o atual contingente não consegue dar conta de todas as entregas na cidade, e ficam sobrecarregados, é uma reinvindicação recorrente. A falta de carteiros vem sendo registrada em Correios de todo o país.

A gerência do Centro de Distribuição Doméstica (CDD), localizada na avenida Presidente Vargas, foi procurada mas não quiz se pronunciar. Foi tentado contato telefônico com a assessoria de imprensa regional da empresa, que fica em Porto Alegre, mas em nenhum dos telefones fornecidos foi localizado algum representante que pudesse se pronunciar.

Definida organizadora do concurso público dos Correios

A Fundação Universidade de Brasília (FUB) será a responsável pela realização do concurso público nacional dos Correios, que dará oportunidade de trabalho a milhares de profissionais do mercado.

O nome da organizadora foi publicado no Diário Oficial da União nº. 49, desta segunda-feira (14), e o contrato será assinado nos próximos dias.

Serão oferecidas 9.190 vagas para diversos cargos, sendo 5.060 carteiros, 2.272 atendentes, 1.014 operadores de triagem e transbordo, 796 analistas de correios (correspondente a nível superior) e 48 profissionais de medicina e segurança do trabalho. A Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos está presente em 5.560 municípios do Brasil e o seu faturamento anual chega a R$ 13 bilhões.

A escolha da organizadora está dentro do cronograma divulgado pelos Correios, que afirma que manterá o compromisso de realizar o concurso no primeiro semestre deste ano, com previsão de aplicação das provas em maio de 2011.

Fonte: Jornal Agora   –   17/03/2011