FECOMERCIO

Notícias do Setor

Esclarecimento sobre matéria do Bom Dia Brasil

Para informar corretamente a sociedade brasileira, os Correios tornam públicas as perguntas feitas pela produção do Bom Dia Brasil e as respostas enviadas pelos Correios.

04/06/2014

Em relação à matéria exibida nesta quarta-feira (4) no Bom Dia Brasil, da Rede Globo, os Correios esclarecem que estão implantando ações integradas em parceria com a Polícia Federal para prevenir roubos a carteiros em todo o Brasil. Em 2013, o piloto da parceria resultou na redução do número de roubos a carteiros e na prisão de diversas quadrilhas especializadas na região metropolitana da capital paulista. A empresa adota outras medidas como o monitoramento e o rastreamento de veículos usados nas entregas e parcerias com órgãos municipais e estaduais de segurança pública.

Os Correios também criaram um setor específico em Brasília para monitoramento de riscos e planejamento de estratégias de segurança em todo o País. A empresa presta assistência médica e acompanhamento psicológico aos profissionais vítimas de violência.

Todas essas informações foram prestadas ao Bom Dia Brasil, por meio da assessoria de imprensa dos Correios, mas não constaram da matéria. Para informar corretamente a sociedade brasileira, os Correios tornam públicas as perguntas feitas pela produção do Bom Dia Brasil e as respostas enviadas pelos Correios:

PERGUNTA: Estamos gravando uma reportagem para o Bom Dia Brasil sobre as encomendas que não são entregues aos destinatários. A justificativa dos Correios é que são áreas de “restrição”. Essa é uma situação aqui do Rio de Janeiro, mas gostaria de saber se essa é uma posição nacional. Os Correios têm alguma levantamento de quantas cidades ou estados essa posição é determinada?

RESPOSTA: Para garantir a segurança dos trabalhadores, dos clientes e da carga postal, algumas regiões são classificadas como área de restrição. A entrega de correspondência nesses locais é feita normalmente; para entrega de encomendas é adotado temporariamente um modelo diferenciado, para evitar que sejam roubadas. Esse procedimento é informado ao remetente no ato da postagem. Por ser assunto relacionado à segurança, a empresa não divulga estatística nem locais em que as medidas de segurança são implantadas.

PERGUNTA: São casos de falta de segurança nas entregas? Quais as outras razões que justificam essa medida? Há quanto tempo essa medida vem sendo tomada?

RESPOSTA: Uma das condições previstas para a entrega em domicílio é a existência de condições de segurança ao empregado postal, conforme disposto originalmente na portaria 311/98 do Ministério das Comunicações, portanto há pelo menos 15 anos.

INFORMAÇÕES ADICIONAIS

Para prevenir roubos a carteiros em todo o Brasil, Correios e Polícia Federal estão implantando ações integradas. O piloto da parceria na região metropolitana da capital paulista resultou na redução do número de roubos a carteiros e na prisão de diversas quadrilhas especializadas no ano passado.

Outras medidas são o monitoramento e o rastreamento de veículos usados nas entregas e parcerias com órgãos municipais e estaduais de segurança pública, além da criação de um setor específico em Brasília para monitoramento de riscos e planejamento de estratégias de segurança em todo o País. A empresa presta assistência médica e acompanhamento psicológico aos profissionais vítimas de violência.

Fonte: blog.correios.com.br