FECOMERCIO

Notícias do Setor

Esclarecimento sobre matéria veiculada no Bom Dia Brasil

Confira as perguntas enviadas pela Rede Globo e as respostas da assessoria de imprensa dos Correios

28/03/2013

Fonte: http://blog.correios.com.br/correios/

Diferente do que foi divulgado nesta terça-feira (26) em matéria do Bom Dia Brasil, da Rede Globo, a entrega de correspondências na região de Campinas está sendo feita normalmente pelos Correios.

A matéria também omitiu quais são as medidas tomadas pela empresa para garantir a segurança de seus trabalhadores, da população e da carga postal: ações e operações conjuntas com órgãos de segurança pública; investimento em tecnologias de rastreamento; entrega diferenciada para alguns tipos de encomendas especiais;  serviço de escolta armada.

Os Correios ainda prestam assistência médica e acompanhamento psicológico aos profissionais que são vítimas de violência.

Confira as perguntas enviadas pela Rede Globo e as respostas da assessoria de imprensa dos Correios:

PERGUNTA: Gostaríamos de saber se os Correios têm números sobre o roubo de encomendas durante a entrega em todo o Brasil? Quais são as regiões de maior preocupação no País?

RESPOSTA: Por se tratar de assunto relacionado à segurança e para preservar seus empregados, os Correios não divulgam estatísticas do assunto nem informações sobre locais onde as medidas estão sendo adotadas.

PERGUNTA: Se na região de Campinas ou outra cidade o serviço está suspenso em algum bairro?

RESPOSTA: A entrega de correspondências na região de Campinas está sendo feita normalmente. Por questão de segurança, a ECT adotou temporariamente um modelo de entrega diferenciada para encomendas especiais em partes de determinados bairros na região. Para garantir a segurança dos seus trabalhadores, os Correios buscaram apoio dos órgãos de segurança pública na entrega das encomendas especiais nesses locais, até que a contratação de serviço de escolta particular, já iniciada, seja concluída.

PERGUNTA: Quais medidas de segurança são adotadas pelos Correios para inibir os assaltos, como escolta, entregas alternadas, entregas apenas na Central de distribuição, etc?

RESPOSTA: Em nível nacional, a empresa adota as seguintes ações, orientadas pela sua área de monitoramento e pesquisa de segurança, para proteger seus trabalhadores, a população e os objetos dos clientes:

– ações e operações conjuntas com órgãos de segurança pública;

– investimento em tecnologias de rastreamento;

– entrega diferenciada para alguns tipos de encomendas especiais;

– serviço de escolta armada.

Os Correios também prestam assistência médica e acompanhamento psicológico aos profissionais que são vítimas de violência.

PERGUNTA: Preços de seguro para entrega sofreram algum reajuste por conta de falta de segurança em alguns locais?

RESPOSTA: O custo das medidas é bancado pelos Correios – o preço do seguro, para o cliente, não sofre alteração conforme a região de entrega.

PERGUNTA: Se as escoltas realmente acontecem gostaríamos de acompanhar uma delas para imagens e também mostrar os carros saindo da Central de Distribuição de Campinas.

RESPOSTA: Por questão de segurança, a fim de garantir a integridade dos trabalhadores e da população, os Correios não autorizam o acompanhamento de entrega de encomendas especiais.

PERGUNTA: Gostaríamos de saber o que é exatamente um “modelo de entrega diferenciada para encomendas”. Isso significa que as entregas não são diárias, são feitas apenas na Central ou têm escolta da Polícia Militar?

RESPOSTA: A entrega diferenciada consiste em qualquer forma de entrega de encomenda especial que fuja ao padrão diário de distribuição dos Correios. Por ser uma medida de segurança que visa proteger os trabalhadores, a população e as encomendas, a ECT não divulga detalhes dessa operação.

 

Fonte: http://blog.correios.com.br/correios/