FECOMERCIO

Notícias do Setor

Por dentro da encomenda internacional: Modalidades de entrega e rastreamento

Blog dos Correios traz aos seus leitores mais alguns esclarecimentos úteis antes de realizar um processo de importação

04/08/2014

Em continuidade à série “Por dentro da encomenda internacional”, o Blog dos Correios traz aos seus leitores mais alguns esclarecimentos úteis antes de realizar um processo de importação.

Desta vez, o foco é a modalidade de entrega contratada, dúvida comum quando se trata de aquisições feitas via e-commerce. É importante saber que, em todo o mundo, empresas de correios possuem plataformas diferenciadas de serviço, dependendo das necessidades de seus clientes com relação aos atributos de peso, preço, velocidade e rastreamento. Desta forma, alguns tipos de envio postal não contemplam o seguro e o rastreamento da encomenda ou possuem uma rastreabilidade limitada.

Em função disso, o serviço contratado pelo remetente no país de origem é o que determina o nível de informação de rastreamento de objetos no site dos Correios. Para não ter problemas com o recebimento do produto, uma das orientações básicas é que a postagem precisa ser feita sempre por meio da administração postal oficial e por uma modalidade que seja distribuída no Brasil pelos Correios. Também é importante atentar para a contratação de um tipo de envio que tenha rastreamento e seguro.

Rastreio – O código de rastreamento de uma encomenda é composto de: 2 letras que representam o código do serviço + 9 dígitos numéricos + 2 letras que identificam o país de origem, por exemplo: SL123456789BR (Sedex Lógico, Brasil). Vale ressaltar que objetos registrados recebidos do exterior até 2 Kg que apresentem código iniciado por “R” não possuem rastreamento ponto a ponto, ou seja, as informações no sistema de rastreamento dos Correios incluem apenas os eventos de: recebimento no Brasil e entrega, tentativa de entrega ou aguardando retirada na unidade responsável. Em alguns casos, pode haver os eventos de encaminhamento para fiscalização; tributação e saída da fiscalização.

Pequenas encomendas que possuem o prefixo de rastreamento iniciado pela letra “L”, encomendas até 30Kg na modalidade expressa com prefixo de rastreamento “E” e as encomendas até 30Kg na modalidade convencional com prefixo “C” possuem rastreio completo no Brasil, sendo as modalidades diferenciadas pela urgência da entrega.

Fonte:  http://blog.correios.com.br