FECOMERCIO

Notícias da Fecomércio

Alvará condicionado: Prorrogação do prazo

No dia 28 de março de 2013 foi publicada a Lei municipal nº 15.687, que alterou o art. 9º da Lei nº 15.499/2011, que instituiu o Auto de Licença de Funcionamento Condicionado.

26/04/2013

Fonte: MIXLEGAL EXPRESS nº 100/2013

No dia 28 de março de 2013 foi publicada a Lei municipal nº 15.687, que alterou o art. 9º da Lei nº 15.499/2011, que instituiu o Auto de Licença de Funcionamento Condicionado.

O prazo para os estabelecimentos solicitarem o Auto de Licença de Funcionamento Condicionado encerrou-se no dia 31 de março de 2013.

Assim, a nova lei prorrogou o prazo por mais um ano, ou seja, dia 31 de março de 2014.

Segue abaixo a íntegra da lei:

 

Diário Oficial da Cidade de São Paulo

Ano 58, número 59, São Paulo, quinta-feira, 28 de março de 2013

 

LEI Nº 15.687, DE 27 DE MARÇO DE 2013

 

Altera o `caput´ do art. 1º da Lei nº 15.390/2011, que autoriza o Executivo a contratar operações de crédito relativas ao Programa de Modernização da Administração Tributária e da Gestão dos Setores Sociais Básicos – PMAT e ao Programa Nacional de Apoio à Gestão Administrativa e Fiscal dos Municípios Brasileiros – PNAFM e altera a redação do caput do art. 9º da Lei nº 15.499/2011, para estender o prazo de requerimento do Auto de Licença de Funcionamento Condicionado, e dá outras providências.

 

FERNANDO HADDAD, Prefeito do Município de São Paulo, no uso das atribuições que lhe são conferidas por lei, faz saber que a Câmara Municipal, em sessão de 26 de março de 2013, decretou e eu promulgo a seguinte lei:

Art. 1º. O caput do art. 1º da Lei nº 15.390, de 6 de julho de 2011, passa a vigorar com a seguinte redação:

 

´Art. 1º. Fica o Executivo autorizado a contratar operações de crédito com instituições financeiras internacionais e entidades de crédito nacional e internacional, dentre elas o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social – BNDES, a Caixa Econômica Federal – CEF e o Banco Interamericano de Desenvolvimento – BID, cujos recursos serão aplicados na execução do Programa de Modernização da Administração Tributária e da Gestão dos Setores Sociais Básicos – PMAT, no valor de até R$ 125.000.000,00 (cento e vinte e cinco milhões de reais), e do Programa Nacional de Apoio à Gestão Administrativa e Fiscal dos Municípios Brasileiros – PNAFM, no valor de até R$ 125.000.000,00 (cento e vinte e cinco milhões de reais), destinados a financiar projetos de investimento para a melhoria da administração das receitas e da gestão fiscal, financeira e patrimonial do Município.

………………………………………………………………..´(NR)

Art. 2º. O `caput´do art. 9º da Lei nº 15.499, de 7 de dezembro de 2011, com a redação dada pela Lei nº 15.578, de 15 de junho de 2012, passa a vigorar com a seguinte redação:

 

`Art. 9º. Os estabelecimentos de que trata esta lei só poderão solicitar o Auto de Licença de Funcionamento Condicionado até o dia 31 de março de 2014.` (NR)

Art. 3º. As despesas decorrentes da execução desta lei correrão por conta das dotações orçamentárias próprias, suplementadas se necessário.

Art. 4º. Esta lei entrará em vigor na data de sua publicação, revogadas as disposições em contrário.

PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE SÃO PAULO, aos 27 de março de 2013, 460º da fundação de São Paulo.

FERNANDO HADDAD, PREFEITO

ANTONIO DONATO MADORMO,

Secretário do Governo Municipal

Publicada na Secretaria do Governo Municipal, em 27 de março de 2013.